31 agosto, 2011

17 de Agosto - Reflexão e Aprendizado...

Transformai-vos pela renovação do vosso entendimento” Romanos 12:2
 “Perto de uma reserva indígena aconteceu um grave acidente. Um trem de carga descarrilou a cerca de cinco quilômetros de distância, e pudemos ajudar os condutores a salvar o computador de bordo no tempo exato, antes que 12 vagões com álcool e diesel explodissem. Ninguém se feriu, mas os prejuízos foram muito grandes, e houveram diálogos tensos sobre indenizações. Por morarmos na região, eu e mais alguns indígenas fomos os primeiros a chegar, tiramos fotos e acabei me tornando um interessante parceiro de discussão sobre as origens do desastre. Percebi como os responsáveis faziam de tudo para encontrar as causas do problema de modo a criar medidas preventivas para evitar outros acidentes” (KGH). Nós também nos preocupamos em encontrar as causas de  desastres emocionais que acontecem em nossas vidas, a fim de evitar que eles se repitam? Ou vivemos repetindo sempre os mesmos erros? Deus nos convida para tirar de cada experiência uma nova lição.
Reflexão Dirigida:
1) Amadurecer é refletir sobre as nossas atitudes e corrigi-las sempre que for preciso.
2) Você é uma pessoa comprometida com seu crescimento interior?
3) Aprendamos com cada situação dolorosa de nossas vidas.

26 agosto, 2011

16 de Agosto - Autocontrole II

“Ao domínio próprio juntem a perseverança e à perseverança, a devoção a Deus” 2 Pedro 1:6
“Os dois coelhos, são os meus pés, que querem ir aonde lhes agrada, fugindo dos demais e esquivando-se das dificuldades. Tenho que ensinar-lhes a ficarem quietos, mesmo que seja penoso, problemático ou desagradável. O mais difícil é vigiar a serpente, que é a minha língua. Apesar de estar presa numa jaula de 32 barras, mal se abre a jaula, está sempre pronta para morder e envenenar os que a rodeiam. Se não vigiá-la de perto, causa muitos danos. O asno, é o meu corpo, que é obstinado, não quer cumprir com suas obrigações. Alega estar cansado e se recusa a transportar a carga de cada dia. Finalmente, preciso sujeitar o leão, que é o meu coração. Ele sempre quer ser o rei, o mais importante. È vaidoso e orgulhoso! Entende agora, porque tenho muito o que fazer?”
Reflexão Dirigida:
1) Somente nos conhecendo é que podemos nos administrar.
2) Precisamos nos amar primeiro para depois amar o outro.
3) Aonde há domínio próprio existem bons relacionamentos.

15 de Agosto - Autocontrole

“Como a cidade derrubada, sem muro, assim é o homem que não pode conter o seu espírito” Provérbios 25:28
Um ermitão que vivia na solidão das montanhas, dedicando-se a oração e penitência, muitas vezes reclamava que tinha muito o que fazer. Lhe perguntaram como era possível que em sua solidão, tivesse tanto trabalho. O ermitão respondeu: “Todos os dias tenho que domar dois falcões, treinar duas águias, manter quieto dois coelhos, vigiar uma serpente, carregar um asno e sujeitar um leão”. O homem que lhe perguntara, então retrucou: “Não vejo nenhum animal perto do local onde você vive. Onde estão esses animais? Pausadamente o ermitão então explicou: “Estes animais estão dentro de mim. Na verdade, todos nós os temos. Os dois falcões, são meus olhos. Eles se lançam sobre tudo o que aparece, seja bom ou seja mal. Tenho que domá-los para que só se fixem sobre “uma” boa presa As duas águias, são minhas mãos. Tenho que treiná-las para que sejam úteis e ajudem sem ferir, pois elas podem ferir e destroçar com suas garras. ” (continua amanhã...)

24 agosto, 2011

12 de Agosto - Lapidação Pessoal

“O que sofremos durante a nossa vida não pode ser comparado, de modo nenhum, com a glória que nos será revelada no futuro” Romanos 8:18
Nascemos pedra bruta, embora já cheguemos a esse mundo carregando uma bagagem de características que nos fazem seres únicos. As dificuldades que enfrentamos nos lapidam. O sofrimento faz parte de nosso processo de aperfeiçoamento. Olhemos as flores que são podadas cada ano! Elas choram também, mas, em cada galho cortado um novo broto se forma, trazendo flores mais belas, viçosas e renovadas, enquanto sua raiz se torna cada vez mais forte e sólida. Como acontece com as flores, a vida nos poda com frequência. Podemos escolher aceitar as dores e fazer delas escudo, o que nos tornará um grande ser humano, ou optar por não aceitá-las e nos debater tentando fugir delas, atrasando nosso crescimento. Aproximemo-nos de Deus, e peçamos que segure as nossas mãos e caminhe conosco, pois com Ele, podemos enfrentar desafios e sofrimentos, e sairmos fortalecidos e renovados.
Reflexão Dirigida:
1) A dor nos torna mais sensíveis e nos aproxima mais de Deus.
2) Maturidade é aceitar a vida como ela é, e não como gostaria que fosse.
3) Estamos sendo transformados de pedra bruta em pedra preciosa.

12 agosto, 2011

11 de Agosto - Nada é Por Acaso II

 “No dia da minha angústia clamo a ti, pois Tu me respondes” Salmo 86:7
 O Pastor não entendeu o que aquele homem estava dizendo, então o homem disse: “O meu telefone tocou, tocou, mas eu não atendi”. O Pastor então lembrou da ligação que havia feito e entendeu que cometera um engano. Pediu desculpas por perturbá-lo, explicando que ele havia tentado falar com sua esposa. O homem respondeu: “Tudo bem, mas deixe-me contar algo. Eu estava planejando me suicidar no sábado à noite. Antes porém, eu orei dizendo: “Deus se o Senhor de fato existe e está me ouvindo e não quer que eu faça isso, me dá um sinal, agora”. Naquele momento o telefone começou a tocar. Eu olhei para o identificador de chamadas e lá estava escrito: “Almighty God” (Deus Todo Poderoso) e eu fiquei com medo de antender!”  Nem sempre podemos saber a importância de um telefonema ou email enviado a um amigo, ou até por engano a alguma pessoa, pois nada acontece por acaso e Deus jamais se engana.
Reflexão Dirigida:
1) Orar é falar do nosso coração ao coração de Deus.
2) Deus pode usar pessoas, livros, filmes, sonhos e situações para nos responder.
3) Que nossos familiares e amigos vejam os sinais do amor de Deus em suas vidas.

11 agosto, 2011

10 de Agosto - Nada é Por Acaso...


“Todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus” Romanos 8:28
Existe uma Igreja nos Estados Unidos chamada “Almighty God Tabernacle” (Tabernáculo do Deus Todo Poderoso). Num sábado à noite o Pastor dessa Igreja ficou trabalhando até mais tarde e decidiu ligar para sua esposa antes de voltar para casa. Era por volta de 22:00 hs. A esposa não atendeu ao telefone, apesar do Pastor deixar tocar várias vezes. Ele pensou que sua esposa estivesse ocupada e continuou a fazer mais algumas coisas. Mais tarde, ele tentou de novo e sua esposa atendeu de imediato. Ele perguntou porque ela não havia atendido antes e ela disse que o telefone sequer havia tocado. O pastor ficou bravo, esquecendo-se que deveria ser um marido compreensivo. Na segunda feira seguinte, o Pastor recebeu um telefonema no escritório da Igreja do número que ele havia discado no sábado à noite. O homem com quem falava queria saber porque o Pastor havia ligado para ele no sábado... (Continua amanhã).

9 de Agosto - Amar-se Incondicionalmente

“Amarás o teu próximo como a ti mesmo” Jesus (Lucas 10:27)
Nossa mais importante e talvez a mais negligenciada responsabilidade é “cuidar de nós mesmos”, e como isso é difícil para alguns de nós! É comum ficarmos quebrando a cabeça, tentando imaginar o que o outro está sentindo ou pensando, ao invés de atentarmos para o que  nós estamos sentindo ou pensando. A autora Melody Beattie, em seu livro “Co-dependência Nunca Mais”  nos lembra que somos responsáveis por nós mesmos : “Eu sou responsável por mim; Eu sou responsável por viver ou não a minha vida; Eu sou responsável por prover o meu bem estar, espiritual, emocional, físico e financeiro; Eu sou responsável por identificar e satisfazer minhas necessidades; Eu sou responsável pelo tanto que desfruto de minha vida; Eu sou responsável pelo que faço aos outros, e pelo que eu permito que os outros me façam”.
Reflexão Dirigida:
1) Que gesto de amor você teve para com você hoje?
2) Que possamos aprender a ser o(a) nosso(a) melhor amigo(a).
3) Deus nos convida a nos amar de forma incondicional como Ele nos ama.

10 agosto, 2011

8 de Agosto - Amigo Verdadeiro

“E Abraão foi chamado de “amigo de Deus” Tiago 2:23
Nunca encontrei ninguém que ficasse contente com “amigos” que só lhes procuravam quando precisavam de alguma coisa. Comentavam cheios de decepção: “Fulano só telefona, ou me procura quando precisa de alguma coisa, aí ele lembra que eu existo. Mas, nunca liga para saber como eu estou ou para me contar alguma coisa boa, e dizer que está bem”.  Tais amigos são chamados de “interesseiros”. Entretanto, muitas vezes, nós agimos da mesma forma com Deus, ou seja, o procuramos somente quando estamos numa situação grave, dolorosa ou desesperadora, e o pior é que nem ficamos acanhados com isso. Ser amigo de verdade é caminhar junto; é compartilhar alegrias e tristezas, dúvidas e receios, planos e sonhos. Nós fazemos isso com Deus? Ou só nos aproximamos Dele para pedir alguma coisa? É tempo de escolher se seremos “amigos interesseiros” ou “amigos verdadeiros” de Deus.
Reflexão Dirigida:
1) Celebremos com Deus as vitórias que Ele nos dá.
2) Lembremos de agradecer a Deus e não somente de pedir.
3) Amigo sincero é para todas as horas e não para algumas horas.

08 agosto, 2011

5 de Agosto - Cicatrizes Emocionais


“A morte e a vida estão no poder da língua” Provérbios 18:21
 O garoto trouxe a placa de madeira, já sem pregos, e a entregou a seu pai, que lhe disse:  “Você está de parabéns, meu filho, mas, dê uma olhada nos buracos que os pregos deixaram na tábua. Ela nunca mais será como antes. Quando diz coisas estando em momentos de raiva, suas palavras deixam marcas como essas. É o mesmo que enfiar uma faca em alguém e depois retirá-la. Não importa quantas vezes peça desculpas, a cicatriz continuará lá  Uma agressão verbal é tão ruim quanto uma agressão física. As pessoas a quem amamos  e as que verdadeiramente nos amam, são como joias raras. Elas nos encorajam a alcançar o sucesso. Emprestam-nos o ombro, compartilham de nossos momentos de alegria e tristeza, e jamais devem ser feridas. Quando não houver nada de bom a falar, o melhor é silenciar”. 
Reflexão Dirigida:
1) Que nossas palavras gerem vida e não morte.
2) Que o elogio e o encorajamento sejam comuns em nossas palavras.
3) Deus nos ensina o poder das palavras e como usá-las com sabedoria.

4 de Agosto - Temperamento Explosivo?

“Controle sempre o seu gênio, é tolice alimentar o ódio” Eclesiastes 7:9
Era uma vez um garoto que tinha um temperamento muito explosivo. Um dia seu pai lhe deu  um saco cheio de pregos e uma placa de madeira, e disse-lhe que martelasse um prego na tábua toda vez que perdesse a paciência com alguém. No primeiro dia , o menino colocou 37 pregos na madeira. Já nos dias seguintes, enquanto ia aprendendo a controlar sua raiva, o número de pregos martelados por dia diminuíam gradativamente. Descobriu que dava menos trabalho controlar sua raiva do que ter que ir todos os dias, pregar diversos pregos na placa de madeira. Finalmente chegou um dia em que o garoto não perdeu a paciência em momento algum. Falou com o pai sobre seu sucesso e que se sentia melhor não explodindo com os outros. O pai sugeriu-lhe, então, que retirasse todos os pregos da tábua e que a trouxesse para ele... continuação

04 agosto, 2011

3 de Agosto - Interferência

“Quando o mal profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira” Jesus (João 8:44)
A ignorância é a causa de muitos males. Erramos sem imaginar as consequências que os nossos erros poderão acarretar sobre nossas vidas e nas vidas das pessoas que amamos. A mentira abre as portas para o mal entrar, se instalar e agir com liberdade. O mal sempre chega de forma disfarçada, sorrateira e parecendo algo bom, e à medida que uma mentira é dita aqui, outra ali, ele vai se alimentando e se fixando cada vez mais no ambiente. Dessa forma, o engano entra em nossas vidas. Nos enganamos ao avaliar pessoas, negócios, ao trocar de emprego, compramos o que não devemos e vendemos o que não é para ser vendido. Enfim, o mal consegue interferir em nossas decisões. Para que isso não aconteça, precisamos viver na verdade. A mentira não combina com liberdade. A mentira não combina com a luz. A mentira não combina com Deus.
Reflexão Dirigida:
1) A mentira pode se tornar um vício, é preciso combatê-la.
2) Por mais difícil que seja é melhor falar a verdade.
3) Libertação Espiritual implica em comprometer-se com a verdade.

03 agosto, 2011

2 de Agosto - Olhos Azuis III

“Antes do seu nascimento, quando você ainda estava na barriga da sua mãe, eu o escolhi e separei” Jeremias 1:5
Um dia, uma amiga missionária olhou para Emy disfarçada e disse: “Puxa Emy! Você já pensou como você faria para se disfarçar se tivesse olhos claros como os de todos da sua família? Que Deus maravilhoso nós servimos...Ele lhe deu olhos bem escuros, pois sabia que isso seria essencial para a missão que lhe confiaria depois!” Essa amiga não sabia o quanto Emy havia chorado na infância por não ter olhos azuis... Mas, Emy pôde enfim entender o porquê daquele “não” de Deus há tantos anos. (autor desconhecido). Deus está no controle de tudo, mesmo quando nossos olhos não conseguem ver controle algum, isso não significa que não esteja acontecendo, significa que somos limitados em nossa visão, pois vemos apenas o momento atual e pequenas partes do todo, enquanto Deus vê o passado, o presente e o futuro e ao invés de partes, Ele vê o todo.
Reflexão Dirigida:
1) Um “não" de Deus hoje pode ser uma benção amanhã.
2) Nada acontece por acaso, tudo tem uma razão de ser.
3) Que cada um atenda ao chamado de Deus para sua vida.

1 de Agosto - Olhos Azuis II

“E o Senhor Deus diz: Só Eu conheço os planos que tenho para vocês: prosperidade e não desgraça e um futuro cheio de esperança” Jeremias 29:11
Ela teve fé. A fé pura e verdadeira de uma criança. E, ao acordar, no dia seguinte, correu para o espelho. Olhou e qual era a cor de seus olhos? Continuavam castanhos! Por que Deus não ouviu Emy? Por que não atendeu o seu pedido? Bem, naquele dia Emy aprendeu que um “não” também era resposta! A menininha agradeceu a Deus do mesmo modo, mas não entendia, só confiava. Anos depois, Emy seguiu sua vocação e foi ser missionária na Índia. Ela “comprava crianças para Deus”. As crianças eram vendidas por suas famílias, que passava fome, para serem sacrificadas no Templo, e Emy as “comprava” para libertá-las do sacrifício. Mas, para poder entrar nos Templos da Índia, sem ser reconhecida como estrangeira precisou se disfarçar de indiana: Passou pó de café na pele, cobriu os cabelos, vestiu-se como as mulheres do local e entrava livremente nos locais de venda de crianças. Emy podia caminhar tranquila em todo “mercado infantil”, pois aparentava ser uma indiana” (continua amanhã).

29 de Julho - Olhos Azuis

“E Jesus dissse: Deixem que as crianças venham a mim e não proíbam que elas façam isso” Jesus (Marcos 10:14)
Emy era uma linda menina de três anos de idade. Ela morava em frente ao mar em uma cidade dos Estados Unidos. Sua família era muito católica. Eles iam todos os domingos à missa e oravam juntos em casa todas as noites. Emy amava sua família e admirava os olhos azuis de seu pai, sua mãe e seus irmãos. Todos na casa de Emy tinham olhos azuis... todos menos Emy. O sonho de Emy era ter olhos azuis como o mar... ela desejava muito isso! Um dia, na missa, ouviu o pároco dizer: “Deus responde a todas as orações”. Emy passou o dia todo pensando nisso, e à noite na hora de dormir, ajoelhou ao lado da sua cama e orou: “Papai do céu, muito obrigado porque você criou o mar que é tão bonito. Muito obrigado pela minha família. Muito obrigado pela minha vida! Gosto muito de todas as coisas que você fez e faz! Mas... gostaria de pedir, por favor, quando eu acordar amanhã, quero ter olhos azuis como os da mamãe! Em nome de Jesus, Amém” (continua amanhã).

02 agosto, 2011

28 de Julho - Sinais

“Cada marido deve amar a sua esposa como a si mesmo, e cada esposa deve respeitar o seu marido” (Efésios 5:33)
A psiquiatra francesa Marie-France Hirigoyen em entrevista, falou sobre o assédio moral no casamento. Com base nas histórias de suas pacientes aconselha: “Antes do primeiro tapa, reaja à violência verbal e psicológica. Corte o mal pela raiz. Se as pancadas em sua autoestima não deixam hematomas dignos de capa de revista, não se iluda achando que são menos graves. Assédio moral deixa sequelas, aleija a alma e também destrói e mata. Entre as quatro paredes de um casamento, é nas palavras, no tom, no olhar, na ironia, na indiferença e na humilhação que se descobrem os primeiros sinais da crueldade psicológica. As cicatrizes, às vezes, são mais profundas do que as de uma agressão física. O objetivo do meu livro é ajudar as mulheres a reconhecer os primeiros sinais. A violência é um modo de relação, um comportamento repetido no dia-a-dia e não apenas o clímax da agressão”, diz Marie-France.
Reflexão Dirigida:
1) Não aceite o inaceitável por razão nenhuma.
2) Não dê poder a ninguém para lhe oprimir ou menosprezar.
3) Coloque-se sempre debaixo da poderosa mão de Deus.

01 agosto, 2011

27 de Julho - Fazer a Nossa Parte

 “Venha a nós o teu Reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu” Jesus (Mateus 6:10)
A apresentação começava com a pergunta: “Qual o mundo que deixaremos para trás, para as próximas gerações, quando partirmos? O futuro dependerá do que agora fizermos, e, certamente há muito por fazer... Mais de 100 mil meninas são vítimas de exploração sexual no Brasil, conforme dados da Organização Internacional do Trabalho, incluindo, leilão de meninas virgens, que são vendidas a coronéis, políticos e cafetões. 100 milhões de crianças vivem nas ruas do mundo, das quais 10 milhões no Brasil. 55% das mortes de crianças estão associadas à desnutrição e à fome que debilita lentamente". Fotos de crianças em meio a guerras, encerrou a 1ª parte da apresentação, dando início à 2ª parte que convidava todos à reflexão: “Para que o Reino de Deus venha até nós, como pedimos na oração do Pai-Nosso, precisamos fazer a nossa parte. Ele só se erguerá do chão em que pisamos, regado pelo sagrado suor dos que se importam com o próximo e agem com heroicos gestos de compaixão".
Reflexão Dirigida:
1) Que marca você deixará no mundo após a sua partida?
2) Que cada um de nós viva de forma a fazer as trevas recuarem.
3) Faça com frequência a oração do Pai Nosso que Jesus nos ensinou.