09 dezembro, 2013

9 de Dezembro - Deixe Ir...



 
 “Perdoa as nossas ofensas como também nós perdoamos as pessoas que nos ofenderam” Jesus (Mateus 6:12)
O professor pediu para que os alunos levassem batatas e uma sacola plástica para a aula. Ele pediu para que separassem uma batata para cada pessoa de quem sentiam mágoas e escrevessem seus nomes nelas e as colocassem dentro da sacola.  Durante uma semana, deveriam levá-la aonde fossem. O incômodo de carregar a sacola a cada momento, mostrava-lhes o tamanho do peso espiritual diário que a mágoa ocasiona, além da atenção que tinham que ter  para não esquecerem a sacola em nenhum lugar, o que fazia com que deixassem de prestar atenção em outras coisas que eram importantes para eles. Esta é uma metáfora do preço que se paga, todos os dias, para manter a dor e o ressentimento. Perdoar e deixar ir embora esses sentimentos é a única forma de trazer de volta a paz e a alegria para dentro de nós.
Reflexão Dirigida:
1) É tempo de arrancar as ervas daninhas do jardim dos nossos corações.
2) Perdoar é um gesto de inteligência emocional e um presente que nos damos.

04 dezembro, 2013

4 de Dezembro - Princípios




 “Vocês estão na luz, por isso vivam como pessoas que pertencem à luz” Efésios 5:8

Um monge e seus discípulos iam por uma estrada e, quando passavam por uma ponte, viram um escorpião sendo arrastado pelas águas. O monge correu pela margem do rio, pulou na água e tomou o bichinho na mão. Quando o trazia para fora, o bichinho o picou e devido à dor, o homem deixou-o cair novamente no rio. Foi então à margem, pegou um ramo de árvore, entrou novamente no rio, colheu o escorpião e o salvou. Seus discípulos que assistiram tudo o receberam perplexos e penalizados: “Mestre por que foi salvar esse bicho ruim e venenoso? Veja como ele respondeu à sua ajuda, picou a mão que o salvara! Não merecia sua compaixão! O monge ouviu tranquilamente os comentários e respondeu: Cada um age de acordo com a sua natureza. Ele agiu conforme a natureza dele, e eu de acordo com a minha”.
Reflexão Dirigida:
1) Mantenhamos nossos princípios mesmo quando nos depararmos com pessoas sem princípios.