03 agosto, 2011

1 de Agosto - Olhos Azuis II

“E o Senhor Deus diz: Só Eu conheço os planos que tenho para vocês: prosperidade e não desgraça e um futuro cheio de esperança” Jeremias 29:11
Ela teve fé. A fé pura e verdadeira de uma criança. E, ao acordar, no dia seguinte, correu para o espelho. Olhou e qual era a cor de seus olhos? Continuavam castanhos! Por que Deus não ouviu Emy? Por que não atendeu o seu pedido? Bem, naquele dia Emy aprendeu que um “não” também era resposta! A menininha agradeceu a Deus do mesmo modo, mas não entendia, só confiava. Anos depois, Emy seguiu sua vocação e foi ser missionária na Índia. Ela “comprava crianças para Deus”. As crianças eram vendidas por suas famílias, que passava fome, para serem sacrificadas no Templo, e Emy as “comprava” para libertá-las do sacrifício. Mas, para poder entrar nos Templos da Índia, sem ser reconhecida como estrangeira precisou se disfarçar de indiana: Passou pó de café na pele, cobriu os cabelos, vestiu-se como as mulheres do local e entrava livremente nos locais de venda de crianças. Emy podia caminhar tranquila em todo “mercado infantil”, pois aparentava ser uma indiana” (continua amanhã).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por postar um comentário! Esse blog ficará mais rico em informações após sua contribuição.