24 agosto, 2011

12 de Agosto - Lapidação Pessoal

“O que sofremos durante a nossa vida não pode ser comparado, de modo nenhum, com a glória que nos será revelada no futuro” Romanos 8:18
Nascemos pedra bruta, embora já cheguemos a esse mundo carregando uma bagagem de características que nos fazem seres únicos. As dificuldades que enfrentamos nos lapidam. O sofrimento faz parte de nosso processo de aperfeiçoamento. Olhemos as flores que são podadas cada ano! Elas choram também, mas, em cada galho cortado um novo broto se forma, trazendo flores mais belas, viçosas e renovadas, enquanto sua raiz se torna cada vez mais forte e sólida. Como acontece com as flores, a vida nos poda com frequência. Podemos escolher aceitar as dores e fazer delas escudo, o que nos tornará um grande ser humano, ou optar por não aceitá-las e nos debater tentando fugir delas, atrasando nosso crescimento. Aproximemo-nos de Deus, e peçamos que segure as nossas mãos e caminhe conosco, pois com Ele, podemos enfrentar desafios e sofrimentos, e sairmos fortalecidos e renovados.
Reflexão Dirigida:
1) A dor nos torna mais sensíveis e nos aproxima mais de Deus.
2) Maturidade é aceitar a vida como ela é, e não como gostaria que fosse.
3) Estamos sendo transformados de pedra bruta em pedra preciosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por postar um comentário! Esse blog ficará mais rico em informações após sua contribuição.