03 setembro, 2012

23 de Agosto - Cura Emocional II



“O Senhor Me enviou para anunciar a liberdade aos presos, dar vista aos cegos, libertar os que estão sendo oprimidos” Jesus ( Lucas  4:18)
(continuação de ontem...) De repente, sem saber o motivo, ela se surpreendeu desejando com tal intensidade que sua vida acabasse, que chegou a pedir a Deus que a levasse. Então ela ouviu, vinda do fundo do seu coração, uma voz serena que, baixinho, disse apenas uma palavra: NÃO. Naquele momento Cinthia soube exatamente o que devia fazer. E eis que ela passou a dizer àqueles que a quem mais amava: Não, não quero... Não, não concordo... Não, faça você... Não, eu quero outra coisa... Não, estou cansada... Não, estou ocupada. Sua família sofreu um impacto, seus amigos reagiram com surpresa. Cinthia era outra pessoa, notava-se isso nos seus olhos, na sua postura, na forma serena mas assertiva com que passou a expressar o seu desejo. Levou tempo para que ela incorporasse o direito de dizer NÃO... (continua amanhã...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por postar um comentário! Esse blog ficará mais rico em informações após sua contribuição.