12 março, 2012

2 de Março - Preciosas Lições - Parte II

“A sabedoria do homem faz brilhar o seu rosto, e a dureza do seu rosto se muda” Eclesiaste 8:1
(Continuação de ontem) 4. O bambu nos ensina a não criar galhos. Como vive em comunidade o bambu não se permite criar galhos. Nós perdemos muito tempo na vida tentando proteger nossos galhos, coisas insignificantes que damos um valor inestimável. Para ganhar, é preciso perder tudo aquilo que nos impede de subir suavemente. 5. O bambu é cheio de nós e não de eu’s. Como ele é oco, sabe que se crescesse sem nós seria muito fraco. Os nós são os problemas e as dificuldades que superamos. Os nós são as pessoas que nos ajudam, aquelas que estão próximas e acabam nos dando forças nos momentos difíceis. 6. O bambu é oco, vazio de si mesmo. Enquanto não nos esvaziarmos de tudo aquilo que nos preenche, que rouba nosso tempo, que tira nossa paz, não seremos felizes. Ser oco significa estar pronto para ser cheio do Espírito Santo. 7. A última e preciosa lição que o bambu nos ensina é ter a meta de crescer para alto. Ele busca as coisas do alto, essa é a sua meta.
Reflexão Dirigida:
1) E você? Também tem buscado as coisas do alto?
2) Que lições você tem aprendido com o que está vivendo?
3) Estejamos atentos pois Deus sempre está nos ensinando alguma coisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por postar um comentário! Esse blog ficará mais rico em informações após sua contribuição.