09 novembro, 2011

31 de Outubro - Perfeição de Deus III

“O amor de Deus enche completamente o nosso coração” 1 João 4:12
(Continuação 28/10) No final da 9ª rodada, a equipe de Pedro marcou novamente e a próxima seria a rodada decisiva. Pedro foi escalado para continuar, entretanto, uma questão porém veio à minha mente: - a equipe deixaria Pedro de fato, rebater nesta circunstância e jogar fora a possibilidade de ganhar o jogo? Surpreendentemente foi dado o bastão a Pedro. Todo mundo sabia que isto seria quase impossível, porque ele nem mesmo sabia segurar o bastão. Porém, quando Pedro tomou posição, o lançador se moveu alguns passos para arremessar a bola de modo que Pedro pudesse ao menos rebater, o que não aconteceu. Vendo isso, um dos companheiros da sua equipe foi até ele e juntos seguraram o bastão. Novamente o lançador deus alguns passos para trás e lançou a bola de forma lenta, e juntos eles rebateram a bola. O lançador apanhou a suave bola e poderia tê-la jogado facilmente para o primeiro homem da base, Pedro estaria fora e isso terminaria o jogo. Ao invés disso ele lançou a bola bem alto, longe e em curva, distante do alcance do 1º homem da base... (continua amanhã).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por postar um comentário! Esse blog ficará mais rico em informações após sua contribuição.