17 fevereiro, 2009

REDE DE LUZ 2009 - 17 de fevereiro



“Peguem as raposas, apanhem as raposinhas, antes que elas estraguem a nossa plantação de uvas que está em flor”. Cânticos 2:15

A margem de uma estrada no interior se erguia esbelta e majestosa árvore. Ela acolhia o viajante cansado, que sob a sua sombra buscava refazer as forças. À noite os pássaros se abrigavam por entre suas ramagens. Um dia, porém, a grande árvore do caminho não resistiu à tormenta e caiu. O que teria acontecido? Alguém observou que o interior do tronco estava oco. Pequenos carunchos penetraram por minúsculas fendas e começaram sua obra de devastação. Ninguém podia perceber o que estava acontecendo dentro daquele tronco até que um dia, com o cerne todo corroído, não resistiu ao vendaval e caiu estrondosamente. O mesmo acontece conosco. Quando mantemos dentro de nós mágoas, ressentimentos e tristezas somos corroídos silenciosamente. A cada nova mágoa que chega em nosso mundo interior se não for renunciada e lançada fora, vai se unindo as que já existem e aumentando o poder de minar nossa fé, esperanças, sonhos e finalmente nossa saúde. Perdoar, renunciar à lembranças amargas e ressentimentos antes de qualquer outra coisa, é um ato de inteligência, de amor para conosco mesmo e de obediência à Deus.

Reflexão dirigida:

1) Tem alguma coisa lhe corroendo internamente?

2) A quem você precisa perdoar?

3) Tenha um gesto de amor por si mesmo. Jogue fora mágoas e ressentimentos.

Um comentário:

  1. adorei ler as mensagens diarias, poe a gente pra cima e fazem bem!
    Obrigada por enviarem e tambem escreverem coisas tão boas de ler.
    Abraço.
    Beth

    ResponderExcluir

Obrigado por postar um comentário! Esse blog ficará mais rico em informações após sua contribuição.