23 janeiro, 2009

22 de Janeiro de 2009 - Amor e Ciúmes - Por um Ano de Luz



“O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor.” Romanos 13:10

Amor, segundo o dicionário Aurélio é o sentimento que predispõe alguém a desejar o bem de outrem; é o sentimento de dedicação absoluta de um ser a outro, ou a uma coisa. Muitas são as manifestações positivas de amor e cuidado, entretanto há que se estar atento às armadilhas do caminho, que podem colocar o ciúme e o controle como uma manifestação de amor. As definições de ciúme são muitas, mas podemos conceituá-lo como um conjunto de emoções desencadeadas quando há alguma ameaça à estabilidade ou a qualidade de um relacionamento íntimo que é valorizado. Via de regra, o ciúme é um sentimento que gera grande sofrimento tanto a quem o sente, como a quem o recebe. Pelo medo da perda, o ciúme pode levar a pessoa a cometer atos de extrema agressividade física, podendo gerar sérios problemas familiares e culminar com tragédias passionais. O ciúme quando passa dos limites é doentio e considerado uma enfermidade que necessita de tratamento médico. O amor não faz mal ao próximo, ele é o fertilizante que aduba a terra do nosso coração, e faz com que o nosso melhor floresça. O amor cura, restaura, fortalece e ilumina, sendo como a água fresca que nos dá condições de atravessar áridos desertos.

Reflexão Dirigida:

1) Como tem sido o amor que você tem oferecido em seus relacionamentos íntimos?

2) Você se considera uma pessoa ciumenta? Muito ciumenta?

3) Lembre-se que antes de atormentar o outro o ciúmes é um sentimento que "tortura" a

quem o sente, causando muito mal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por postar um comentário! Esse blog ficará mais rico em informações após sua contribuição.