19 janeiro, 2009

18 de Janeiro de 2009 - O Poder das Palavras - Por um Ano de Luz



“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.” Efésios 4: 29


As palavras possuem um poder tremendo. Elas tanto podem ser usadas para construir como para destruir; podem conter em si tanto a força que promove a vida como a que gera a morte e ainda distribuir bênçãos ou maldições. Podem atrair as forças do mal e afastar o bem, tanto quanto conter e destruir o mal. As palavras que são proferidas em uma casa tem o poder de inundá-la de forças do bem ou do mal. Palavras que ferem, humilham, acusam, provocam, enganam e causam desarmonia, lançam sobre quem as ouve uma nuvem escura e sujam o ambiente à sua volta. Palavrões e ofensas, podem machucar mais do que uma agressão física, e inúmeras vezes configuram como violência psicológica. Caso você seja obrigada a ter um convívio diário quer seja por motivos profissionais ou familiares, com alguém que utiliza de forma destrutiva as palavras, proteja-se através da oração e cultive o distanciamento emocional, utilizando o máximo possível uma linguagem formal.Por outro lado tenha cuidado com o que diz, e use sua voz para iluminar, distribuindo palavras de esperança, fé, gratidão, amor e promover a paz.

Reflexão dirigida:
1) Você costuma elogiar as pessoas que ama ou somente critica?
2) O que você tem plantado com suas palavras? Tem semeado flores ou espinhos? Lembre-se que tudo o que plantar, colherá.
3) Muitas vezes é mais sábio silenciar do que responder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por postar um comentário! Esse blog ficará mais rico em informações após sua contribuição.